Warning: strip_tags() expects parameter 1 to be string, array given in /home/storage/d/dd/f0/museudofolclore/public_html/wp-content/plugins/og/includes/iworks/class-iworks-opengraph.php on line 1021

‘Museu Vivo’ reúne representantes da cultura popular pela terceira vez neste mês

Compartilhe:

Pela terceira vez, neste mês, representantes da cultura popular regional se reúnem no Museu do Folclore de São José dos Campos, neste domingo (18), para participar do programa Museu Vivo. A atividade é aberta ao público e acontece todo domingo à tarde, das 14h às 17h, na área externa do museu, nas áreas de artesanato, culinária e música.

 

Este último segmento, inclusive, é o que mais chama a atenção das pessoas, não só pelo estilo característico da música sertaneja, mas também por quem a executa. No domingo, o representante convidado é o mestre Zé da Viola, um velho conhecido do gênero, de muito saberia popular e muita história para contar e cantar.

 

Zé da Viola é joseense e aprendeu a tocar viola aos 8 anos de idade, olhando seu pai tocando nos grupos de Folia de Reis, Catira e Dança de São Gonçalo. Aos 14 anos formou uma dupla com o irmão Edgar (eram cinco irmãos na família) e aos 16 aprendeu o nome das notas musicais e começou a compor as próprias músicas.

 

Adauto Lourentino

O pernambucano Adauto Lourentino mora há mais de 30 anos em São José e sua sabedoria popular dá uma lista de doces: cocada de coco com beterraba, com cenoura e leite moça, doce de leite, doce de mamão verde com cocô, paçoca, doce de goiaba, entre outros. No domingo fará cocada de coco com cenoura e com beterraba, além de cocada tradicional.

 

Atualmente, Adauto trabalha com a produção dos doces que produz e que aprendeu a fazer com sua avó Josefa, ainda em Pernambuco. Sua esposa, Marlene, e alguns dos seus 14 filhos também o ajudam, tanto na produção, como na venda.

 

Na área do artesanato, a representante é Cibeli Aparecida Granato, também joseense de nascimento. Ela aprendeu a fazer peças de artesanato numa época de dificuldades financeiras. Durante o ‘Museu Vivo’ vai demonstrar sua sabedoria na confecção de terços, mas também faz decoração em garrafas, em caixas e porta-retratos de madeira MDF, além de taças e copos de vidro.

Cibele Granato

O Museu do Folclore de São José dos Campos é ligado à Fundação Cultural Cassiano Ricardo e sua gestão é feita pelo Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), organização da sociedade civil sem fins lucrativos, com sede em São José dos Campos.

 

Museu do Folclore de SJC

Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana

(12) 3924-7318

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo