Projetos

O Museu do Folclore também desenvolve, ao longo do ano, outras atividades que visam atender estudiosos, pesquisadores, professores e interessados pela cultura popular, de maneira geral. São diferentes projetos e programas que envolvem especialistas e representantes da cultura popular.

  • Ciclo de Natal

    Ocorre entre o início de dezembro e o final de janeiro. Neste período, um presepeiro da cidade ou região montam um presépio que fica aberto para visitação na área externa do museu. Com apoio do Museu do Folclore, grupos de Folias de Reis participam da abertura e do fechamento desse presépio, realizando, em janeiro, a Chegada das Bandeiras de Folias de Reis.

  • Museu Vivo

    É uma extensão da exposição de longa duração do Museu do Folclore, que visa valorizar e dar visibilidade aos saberes de diferentes fazedores da cultura popular da região, principalmente nas áreas do artesanato, da culinária e da música. A atividade ocorre em dois domingos à tarde, das 14h às 17h, na área externa do museu, onde os fazedores compartilham com o público sua sabedoria.

  • Dialogando com o Folclore

    Ciclo de palestras realizado anualmente, com abordagem de diferentes temas da cultura popular. Os encontros são voltados à professores, educadores e pesquisadores, visando ampliar o conhecimento sobre o folclore, além de propor debates, reflexões e desdobramentos.

  • Mês do Folclore

    Neste período são realizadas atividades temáticas em comemoração ao Dia Nacional do Folclore, em 22 de agosto. Alunos da educação infantil e do ensino fundamental, de escolas públicas e privadas, bem como idosos e portadores de deficiências, são convidados a participar de uma programação especial preparada pelo museu.

    As atividades acontecem, quase sempre, na área externa do museu, como forma dos participantes poderem conhecer e vivenciar alguma experiência ligada ao folclore e à cultura popular, mas também podem incluir visitas à exposição de longa duração e aos espaços da biblioteca e brinquedoteca.

  • Coleção Cadernos de Folclore

    Publicação anual, em formato de livro (impresso e digital), que visa informar e divulgar diferentes pesquisas científicas relacionadas ao folclore e à cultura popular, com distribuição para bibliotecas, organizações e outros interessados.

  • Mapa de Saberes e Fazeres

    O Museu do Folclore promove em seu espaço, desde 1996, o Programa Museu Vivo. A atividade reúne detentores de saberes folclóricos para vivências e compartilhamento com o público. Nestes anos todos, centenas já participaram deste programa. Esta movimentação é resultado da aproximação e mobilização promovida pela pesquisa de campo que o museu empreende por meio do Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), na região do Vale do Paraíba Paulista.

  • Folclore em Movimento

    A série Folclore em Movimento reúne 22 vídeos de assuntos pertinentes ao folclore, como fé, festas, costumes, heranças culturais e as dinâmicas sociais que as envolvem; e é resultado da edição de 93 vídeos do acervo. Os vídeos estão disponíveis no canal do museu no YouTube.

  • Balaio Galeria

    A Balaio Galeria é um projeto que dá visibilidade, por meio de um site, a sabedorias que se manifestam em expressões artísticas e nos fazeres artesanais de grupos e pessoas, com o propósito de valorizar e fomentar a arte e o artesanato, sob a ótica da cultura popular, por meio de conteúdos e ações que visam promover a salvaguarda e autonomia de quem faz arte.

  • Ouvindo por Acaso

    O projeto oferece, periodicamente, aos visitantes do Museu do Folclore e às pessoas que passam pelas suas imediações, uma experiência sonora a respeito da cultura popular brasileira, que tem na música fortes raízes e manifestações.

    A intenção é que o público possa ouvir ‘por acaso’ (por meio de som mecânico), na área externa do Museu do Folclore, músicas do seu acervo, executadas de acordo com o ciclo cultural de cada época.

  • Semana de Museus

    A Semana de Museus é um evento anual promovido pelo IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus), em comemoração ao Dia Internacional dos Museus (18 de maio). A data foi criada em 1977 pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM), que sempre sugere um tema para o ano de realização. O evento envolve museus de todo o país, cada um com a sua programação.

  • Primavera de Museus

    A Primavera de Museus, assim como a Semana de Museus, é uma atividade promovida pelo IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus), realizada durante o mês de setembro, envolvendo museus de todo o país. A partir de um tema geral proposto pela instituição, cada museu realiza sua própria programação, de acordo com sua realidade.

    Voltar ao topo