Warning: strip_tags() expects parameter 1 to be string, array given in /home/storage/d/dd/f0/museudofolclore/public_html/wp-content/plugins/og/includes/iworks/class-iworks-opengraph.php on line 1021

Museu Vivo deste domingo (21) tem presença de vários mestres da cultura popular

Compartilhe:

O Museu do Folclore de São José dos Campos retoma neste domingo (21), das 14h às 17h, o Projeto Museu Vivo, com as presenças do artista plástico e figureiro Adão José Santos, mais conhecido como Adão Silvério, da culinarista Maria Devanira Medeiros (Vanda) e dos violeiros Thomas Marcelino Lopes (Zé Simão), Nivaldo, Zezinho e Carlos Lopes, que formam o grupo Os Conquistadores.

Ainda este mês, no dia 28, um novo grupo participará da atividade. Até novembro serão 54 representantes da cultura popular participando do projeto, sempre em dois domingos do mês. O Museu Vivo é aberto ao público e acontece na área externa do museu, onde todos estes representantes da cultura popular da região mostrarão um pouco dos seus saberes.

Um dos trabalhos em pintura Naif feito por Adão Silvério

Artesanato

Adão Silvério é natural de Redenção da Serra ganhou esse pseudônimo do bisavô paterno, Silvério Cursino dos Santos. É um artista plástico autodidata, especializado em pintura Naif. Também é cenotécnico e figureiro. Atualmente exerce a função de monitor de pintura em curso da Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR).

Desenha desde os 12 anos e conta que teve como inspiração as obras do artista plástico Sebastião Justino. Hoje os trabalhos de Adão Silvério retratam o cotidiano da vida rural, com suas festas, danças folclóricas e outras particularidades, sempre tendo uma história para contar. Adão pinta simplesmente pela necessidade de se expressar, com amor e paciência.

Adão Silvério participou de sua primeira exposição em 1965, no Salão Paulista de Arte e com auxílio de Sebastião Justino conheceu grandes artistas. Até hoje já esteve presente em mais de 50 salões de artes pelo país. É reconhecido pela FCCR como Mestre Cultura Viva e em Redenção da Serra recebeu uma premiação de reconhecimento artístico.

Vanda mora no Campos de São José

Culinária

Maria Devanira Medeiros (Vanda) é do Rio Grande do Norte e mora no Campos de São José. É viúva, tem três filhos e está aposentada. Vanda foi criada na roça, trabalhou no cultivo da cana a ajudou seu pai a pescar. Foi com ele que aprendeu a fazer redes de pesca. Com a mãe aprendeu a fazer manteiga de garrafa, queijos, licores e doces.

Conta que, mesmo distante da roça, ainda transmite seus conhecimentos a seus filhos, que hoje sabem ainda mais que ela. Faz doces para alguns moradores do bairro e também para a família.

Dois integrantes do grupo de violeiros

Música

O violeiro Thomas Marcelino Lopes, o Zé Simão, é o responsável pela agenda do grupo Os Conquistadores. Ele é joseense e nasceu no bairro rural da Água Soca. Além de músico sertanejo, também exerce a profissão de motorista e vaqueiro. Ele conta que cresceu no meio rural e sempre gostou de música sertaneja. Foi ouvindo a Rádio Nacional à noite que aprendeu a tocar sozinho e logo formou a dupla Simão e Simãozinho com um amigo.

Quando a dupla se desfez ele conheceu Nivaldo, Zezinho e Carlos Lopes, com quem formou o grupo Os Conquistadores. Em sua trajetória como músico, Zé Simão teve ajuda de vários profissionais, como Tonico e Tinoco. Também realizou shows pela região e participou de apresentações de sertanejos já conhecidos.

O Projeto Museu Vivo é realizado pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR) e Museu do Folclore, com gestão do Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP).

Museu do Folclore: Avenida Olivo Gomes, 100, Parque da Cidade, Santana. Informações: 3924-7318.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo