Warning: strip_tags() expects parameter 1 to be string, array given in /home/storage/d/dd/f0/museudofolclore/public_html/wp-content/plugins/og/includes/iworks/class-iworks-opengraph.php on line 1021

CECP reúne moradores hoje (30) para falar do projeto Ecomuseu Campos de São José

Compartilhe:

LogotipoO Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), de São José dos Campos, realiza hoje (30) uma roda de conversa com os moradores do bairro Campos de São José, da região leste da cidade, onde a entidade desenvolve o projeto Ecomuseu Campos de São José, patrocinado pela Petrobras.

A roda de conversa vai acontecer a partir das 19h30 na EE Valmar Lourenço Santiago, localizada no mesmo bairro (Rua Dantas Luiz do Prado, 345). Este é o primeiro de muitos outros encontros que o CECP pretende realizar durante os dois anos de duração do projeto.

O projeto Ecomuseu Campos de São José busca, por meio de ações ecomuseológicas, identificar o patrimônio cultural da comunidade local, visando incentivar e estimular os moradores a alcançarem o desenvolvimento do bairro usando seus próprios saberes e fazeres.

Foto: Guilherme Cursino
Angela Savastano, presidente do CECP

“Quando as pessoas se conscientizam do patrimônio cultural que têm se sentem capazes de transformar a realidade do local onde vivem”, enfatiza a presidente do CECP, Angela Savastano.

O projeto Ecomuseu Campos de São José foi um dos 56 contemplados na seleção pública realizada no final do ano passado pela Petrobras, como parte do Programa Petrobras Socioambiental.

A realização é do CECP, com apoio da Prefeitura de São José, Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR), Museu do Folclore de São José dos Campos, Associação Brasileira de Ecomuseus e Museus Comunitários (Abremc) e Comissão Nacional do Folclore (CNF).

Participação

O objetivo desta primeira roda de conversa é informar sobre o projeto e explicar como os moradores podem participar. “Isto porque, a identificação e o envolvimento deles com o projeto são fundamentais para o desenvolvimento das ações”, ressalta Maria Siqueira Santos, coordenadora do ecomuseu. Durante o período de desenvolvimento do projeto, também estão previstas outras ações, como feiras de produtos feitos pelos próprios moradores.

Maria Siqueira, coordenadora do projeto, e Odalice Priosti

O encontro contará com a presença de Odalice Priosti, coordenadora de Estudos e Projetos do Núcleo de Orientação e Pesquisa Histórica – Ecomuseu de Santa Cruz, do Rio de Janeiro. Ela conversará com os moradores sobre as experiências da iniciativa carioca, a primeira do Brasil.

Trabalho de campo

A primeira visita oficial ao bairro, após assinatura de contrato com a empresa, foi feita no dia 25 de março e desde então pesquisadores vêm fazendo contatos diários com os moradores, procurando identificar o patrimônio cultural de cada um. Até o mês de junho 156 pessoas de 123 famílias já haviam sido visitadas.

“O contato com os moradores é feito de maneira informal e as informações sobre o patrimônio cultural de cada um são obtidas naturalmente, enquanto conversamos com eles”, explica Maria Siqueira.

Oficina de comunicação

Depois deste encontro, a equipe do CECP realizará no dia 2 de julho, às 9h, no mesmo local, uma oficina de comunicação com os jovens do bairro. A intenção é despertar neles o interesse de participar da produção de um blog criado para divulgar o projeto.

Mais informações: www.ecomuseusjc.blogspot.com.brwww.facebook.com/ecomuseusjc

Foto painel: Adão Silvério

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo