A biblioteca do Museu do Folclore, que leva o nome da pesquisadora Maria Amália Corrêa Giffoni, é especializada em cultura popular e além de livros, o seu acervo conta com material em áudio, vídeo e fotos, em um total de mais de 4.000 documentos voltados à cultura popular. Toda sua atividade é regrada por um regimento interno (confira aqui).

 

As primeiras obras que constituíram o acervo da biblioteca foram doadas pelas folcloristas Angela Savastano e Maria Helena Weiss, idealizadoras do Museu do Folclore. Além delas, a pesquisadora Maria Amália Giffoni também doou à biblioteca todo o seu acervo pessoal, após conhecer o trabalho realizado no museu.

 

Para fazer empréstimos na biblioteca (gratuitos), os interessados devem se cadastrar pessoalmente, apresentando RG, CPF e um comprovante de residência (originais). Em razão da pandemia, os empréstimos devem ser solicitados pelo e-mail bibliotecadomuseu@gmail.com.

 

Acervo

 

O acervo da biblioteca também pode ser pesquisado via internet, pelo sistema PHL (Personal Home Library). A busca pode ser feita por autor, título, assunto ou por outros refinamentos como, tipo de documento, ano e outros itens, acessando o link Preferências (do lado direito da caixa de busca). Pesquise aqui.

 

Projetos

 

Alguns projetos do Museu do Folclore estão ligados à biblioteca, como o ‘Ouvindo por Acaso’, que difunde o acervo sonoro por meio da exibição de músicas da tradição e informações de diferentes manifestações regionais; e o de Difusão do Acervo Videográfico.

 

 

Mais informações: 3924-7318 /  bibliotecadomuseu@gmail.com

 

Foto: Renata Sparapan