Sem categoria

Domingo à tarde é uma boa oportunidade de conhecer e vivenciar alguns saberes da cultura popular da nossa região, por meio do programa Museu Vivo, realizado semanalmente pelo Museu do Folclore de São José dos Campos. Reunidos no lado externo do museu, representantes dessa cultura popular compartilham com o público os seus saberes nas áreas do artesanato, da culinária e da música.

 

Para este primeiro domingo (6) de outubro, estão confirmadas as presenças da dupla de violeiros Ivo Viola (Ivo Raimundo Pinto) e Valtecides dos Santos Malta, Ana Luisa Matesco (bonecas de pano) e Agmar Lopes de Cerqueira (bolo simples). A atividade acontece entre 14h e 17h.

 

Ana Luisa faz bonecas de pano

Apesar de tocarem juntos há algum tempo, os violeiros Ivo Raimundo, natural de São Bento do Sapucaí, e Valtecides dos Santos, joseense, têm histórias diferentes. Ivo começou a tocar aos 11 anos e conta que aprendeu sozinho, pois cresceu ouvindo modas caipiras, catira e forrós. Valtecides sempre gostou de música sertaneja, mas realizou seu sonho de aprender a tocar viola só aos 50 anos, justamente com o parceiro de dupla.

 

A paranaense de Maringá, Ana Luisa, 58 anos, mora em São José dos Campos desde 1975. Ela conta que, apesar de ter aprendido a fazer crochê com sua avó, aos 10 anos de idade, foi só aos 20 que se interessou pelas bonecas de pano que sua mãe lhe ensinou a produzir. “Ver a alegria das pessoas apreciando o meu trabalho é um verdadeiro estímulo”, destaca Ana Luisa.

 

 

Agmar vai fazer bolo simples

Aos 72 anos de idade e morando há quase dez anos em São José, a sergipana Agmar Lopes conta que muitas das receitas que põe em prática são da sua bisavó. “Minha bisavó fazia muitos doces e eu acabei aprendendo as receitas com a minha avó e a minha mãe, que por sua vez aprenderam com ela”, lembra Agmar. No domingo ela fará um bolo simples, que depois de pronto e ainda quente, recebe canela e açúcar.

 

Atividades e gestão

 

O programa Museu Vivo é uma das muitas atividades realizadas pelo Museu do Folclore durante o ano, que também mantém uma exposição de longa duração, uma biblioteca e uma brinquedoteca à disposição dos visitantes. O museu foi criado em 1987 pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo e sua gestão é feita pelo Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP).

 

Museu do Folclore de SJC

Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana

(12) 3924-7318

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *