Sem categoria

O Museu do Folclore de São José dos Campos retoma, neste domingo (9), o programa Museu Vivo, que envolve representantes da cultura popular regional, nas áreas de artesanato, culinária e música. A atividade é aberta ao público e acontece todos os domingos, das 14h às 17h. Em dezembro e janeiro, o programa deu lugar às atividades do Ciclo de Natal.

 

Este ano, de fevereiro a novembro, deverão ser realizados 39 encontros do Museu Vivo, envolvendo 117 detentores da sabedoria popular. No ano passado, o programa ocupou 33 domingos do ano e envolveu 99 representantes da cultura popular, sendo acompanhado por um público de quase 5.500 pessoas.

 

Atrações

 

Elias faz artesanato em madeira

A folclorista Angela Savastano coordenará vivência

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A programação deste domingo terá Elias Donizete Belarmino no artesanato, autodidata na utilização da madeira para fazer objetos como mesinhas, banquetas, brinquedos e enfeites; Maria Ivane Santos Ferreira fazendo um cuscuz baiano doce, receita que aprendeu na sua família; e o violeiro Paulo Bernardes, que vai animar o encontro com música sertaneja.

 

Além deles, o encontro também contará com a participação da folclorista Angela Savastano, que conduzirá uma vivência sobre máscaras de Carnaval. A atividade não precisa de inscrição prévia e será repetida nos próximos domingos de fevereiro (dias 16 e 23), no mesmo horário do Museu Vivo.

Paulo Bernardes já participou outras vezes

Maria Ivane vai fazer um gostoso cuscuz baiano doce

 

Importância

 

“O programa Museu Vivo é muito importante, pois possibilita que os mestres e detentores do saber compartilhem seus conhecimentos diretamente com o público que, por sua vez, tem a oportunidade de vivenciar os detalhes de cada manifestação”, destaca a gestora do Museu do Folclore, Francine Maia.

 

Francine também lembra que no ano passado o Museu do Folclore criou um Mapa de Saberes e Fazeres, com nomes e áreas de atuação de mestres e detentores de saberes de São José dos Campos e outras cidades da região. “Esses representantes da cultura popular já passaram pelo Museu Vivo e o mapa pode ser consultado no site do museu”, ressalta Francine.

 

Gestão

 

O Museu do Folclore, criado em 1987 pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo, é gerido pelo Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), organização da sociedade civil sem fins lucrativos, com sede em São José dos Campos. A instituição atua na área da cultura popular desde 1999, quando assumiu a gestão do museu, sendo responsável pela criação dos seus principais programas e projetos.

 

Museu do Folclore de SJC

Av. Olivo Gomes, 100 – Santana (Parque da Cidade)

(12) 3924-7318 / 3924-7354

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *