Notícias

Fotos: Denise Guimarães

Marcos Simplício participa do Museu Vivo

O convidado do Museu do Folclore de São José dos Campos, para participar do Museu Vivo deste domingo (25), é o campineiro Marcos Simplício, mestre Griô da capoeira, da tiririca e do batuque de engraxate. Os termos estão relacionados a manifestações de tradição oral ligadas às raízes negras paulistas. O encontro será virtual, a partir das 16h, pelo Facebook do museu, com mediação da pesquisadora Tiane Tessaroto.

 

Mestre Marquinhos Simplício, como também é conhecido no meio do samba, é fundador e coordenador do Centro Cultural Crispim Menino Levado, que tem sua sede na Estação Cultura, na sala da Salvaguarda da Capoeira, em Campinas. Criado em 1978, o centro é dedicado ao ensino da Capoeira Angola, da Tiririca e dos Sambas de Roda, de Bumbo, Lenço Rural Paulista, Coco, Ciranda e a Pedagogia Griô.

 

Marcos Simplício e o grupo Crispim Menino Levado fazem parte da Ação Griô Nacional, uma rede que integra 130 pontos de cultura e 600 instituições de ensino com missão instituir uma política nacional de transmissão dos saberes e fazeres de tradição oral, em diálogo com a educação formal, para promover o fortalecimento da identidade e ancestralidade do povo brasileiro.

 

Griôs são considerados guardiões da memória e da história de seus povos. Eles transmitem o conhecimento ao meio social por meio da contação de histórias orais, o sabe e o fazer da tradição cultural. Ainda muito jovens, aprendem a arte de narrar e passam a vida toda memorizando e divulgando as histórias de seus antepassados.

 

Gestão

 

O Museu do Folclore é um espaço da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, que funciona no Parque da Cidade, em Santana, sob gestão do CECP (Centro de Estudos da Cultura Popular), organização da sociedade civil sem fins lucrativos.

 

Museu do Folclore de SJC

Av. Olivo Gomes, 100 – Santana (Parque da Cidade)

(12) 3924-731

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *