Sem categoria

O Museu do Folclore de São José dos Campos realiza, neste domingo (15), mais uma edição do programa Museu Vivo, reunindo representantes da cultura popular regional nas áreas de artesanato, culinária e música. Durante três horas, das 14h às 17h, esses fazedores compartilharão os seus saberes com o público, que poderá vivenciar diferentes experiências. A atividade é gratuita e ocorre na área externa do museu.

 

A mineira Neusa Aparecida Martins das Neves, nascida em Brasópolis e moradora em São José há mais de 50 anos, é uma das convidadas de domingo. Formada em pedagogia e já tendo trabalhado como comerciária, Neusa aprendeu a bordar aos 13 anos de idade. “Eu aprendi com uma vizinha que cuidava da minha irmã, usando restos de linha para fazer ponto cruz em panos de prato”, conta.

 

Sofia faz paçoca no pilão

A também mineira de Candelária, Sofia de Faria Ramos, volta a participar do Museu Vivo para compartilhar seus saberes na culinária, fazendo paçoca no pilão. Ela conta que aprendeu com a mãe, que sempre fazia a iguaria quando tinha amendoim maduro em casa e não só na Quaresma. “O amendoim era plantado, colhido e processado na terra que minha família tinha em Minas Gerais”, diz ela.

 

O casal Erli Gomes e Geraldina dos Santos (foto maior) vão compartilhar uma das coisas que mais gostam de fazer: tocar e cantar músicas sertanejas. “Sempre acompanhei meu marido em suas andanças musicais, mas quando o parceiro dele faleceu, acabei assumindo o lugar dele. Hoje somos bastante requisitados e as pessoas gostam de nos ouvir”, ressalta Geraldina.

 

Gestão

 

O Museu do Folclore foi criado em 1987 pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo e, atualmente, é gerido pelo Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), organização da sociedade civil sem fins lucrativos.

 

Museu do Folclore de SJC

Av. Olivo Gomes, 100, Parque da Cidade – Santana

(12) 3924-7328 e 3924-7354

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *